Recomeçar

Recomeçar
Assim como a fênix meu destino é o de renascer das cinzas. Quando acredito ter me aproximado de algo, na verdade este é o momento de abandonar tudo e recomeçar. Sempre de uma nova forma. De uma nova maneira, para que assim eu possa viver muitas vidas em uma única vida. (By Edna Vezzoni)

quarta-feira, 11 de outubro de 2017


[Consciência da Terra!]
O que este antigo texto por mim escrito na década de 1990 tem a ver com a Guilda das Mulheres???
Se pararmos para refletir tem tudo a ver no momento em que tomamos ciência de que o nosso corpo, principalmente o feminino está interligado ao corpo da grande Mãe Natureza. Podemos ser um terreno fértil ou infértil. Um rio caudaloso ou um poço seco. Uma árvore frondosa ou uma árvore seca, e assim sucessivamente.
Independente de toda e qualquer crença, o que fazemos com o nosso corpo também o fazemos com o corpo da terra. Somos o micro e o macrocosmo ao mesmo tempo.
Sou uma mulher que jamais ira se cansar de trabalhar pela "Restauração" do nosso planeta; procurando plantar as sementes de amor nos corações endurecidos. Procurando fazer com que as pessoas entendam que devemos "amar" e "respeitar" a nossa Mãe Terra... E para tanto é necessário que deixemos as belas frases de lado, e que arregacemos as mangas... Limpar, cuidar, despoluir e preservar o nosso planeta é obrigação de cada um de nós. Todos, e isto é inquestionável, somos "responsáveis" pela destruição de nossa casa. Já passou da hora, e muito, de tomarmos consciência de que a nossa casa não se restringe apenas e tão somente às quatro paredes que nos protegem. Nossa casa é o quarteirão onde vivemos; o nosso bairro, a nossa cidade, o nosso estado, o nosso país os outros países e todos os estados e cidades, e bairros, e vilas e ruas de todos os países, posto que todos estão contidos dentro da mesma Terra que nos acolhe. Então, onde é a sua casa?
A minha casa é o planeta no qual vivo, e, portanto, é meu e seu dever preservar a casa que deixaremos para os nossos filhos, netos, bisnetos, tataranetos e quem pode garantir que não estaremos de volta ao palco desta vida na forma de nosso ta tataraneto?
Bom, eu sou assim, uma mulher que não crê, uma vez que "crer" implica em ter dúvidas a respeito de algo, e não existem dúvidas dentro de mim. Sei que existe vida além da vida. Vida dentro da vida. E vida após vida...
Por isso peço todos os dias ao Grande Espírito Mãe/Pai de todos nós:
─ Que haja flores e pássaros nas terras à Leste. Que o ar volte a ser puro, como um dia o foi.
─ Que haja flores e lindos corcéis nas terras ao Sul. Que a chama sagrada jamais se extinga, assim como no princípio.
─ Que haja flores e peixes nas terras à Oeste. Que os rios corram livres e limpos, exatamente como são os fluírem de suas nascentes.
─ Que haja flores e campos fartos e que a vida fervilhe nas terras a norte. Que a semente desabroche, cresça e floresça. Para que nenhuma criança doravante venha a conhecer a fome ou a sede.
Edna Vezzoni

Nenhum comentário: